quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Não moro num país tropical!




Foi uma festa....não, não foi, nunca é!
Há quase uma semana que ando a embonecar a mais pequena. Hoje vou de gato! ai vais...? Estou bonita? Vá faz-me aqui uns bigodes, isso mesmo, tás a ver? Pareço o Rex! Pois pareces...especialmente porque estás de preto e o Rex é branco.....E à tarde vou de princesa! ......
Aquele vestido cor-de-rosa e a cabeleira loira que o meu pai me comprou! (é quase uma ordem...quer dizer...é uma ordem). Lá foi de manhã de gato à tarde de princesa, e no dia a seguir, preparava-se com grande pompa o desfile escolar. Um frio daqueles de rachar lenha, uma chuvinha miudinha que mais pareciam agulhas de gelo e aquele ventinho suão que seca até a pele da sola dos pés! Um espectáculo! Lá a atafulhei de...deixa cá ver....duas camisolas interiores, mais uma de gola alta e pra rematar uma camisola polar, boa! Em cima de tudo isto, e já com a gaiata a rir das minhas angustias (tão pequena e já consegue ser tão estúpida) lá a consegui enfiar, não sem vários passos dignos de um controcionista de renome, no vestido de veludo preto....pois claro, mas então o que é que esperam? É claro que a rapariga foi trajada a rigor de.....vampira.... uma capa preta com plumas, uma gola de entre-tela, olhos negros e doentios, sublinhados a vermelho, pele branca e lábios carmim, uns caninos de borracha a completar o boneco. Perfeita! Pensei por um segundo...não menos de um segundo. A gaja começa a pôr e tirar os dentes, e em menos de nada, a palidez que tanto trabalhinho deu a conseguir aqui ao "je", deu lugar a um ar corado/esborratado...é que já havia baton vermelho sangue até no olhinho do rabo da gaiata!!!!! Xiça!!!
Lá ultrapassámos, o momento doloroso de voltar a pôr tudo (e refiro-me à cara dela) no lugar, e já atrasadas, as usual, saímos em direcção ao ponto de encontro. Afinal de contas não havia desfile, afinal estava a chover (ai sim? olha que não se deu por nada!), afinal e festa escolar era no pavilhão multi-usos lá do burgo e assim foi....ou era pra ter sido...porque a meio da manhã, a chuva deu tréguas, por....meia hora se tanto, e lá foram em magotes os miúdos todos, desfilar pelo centro da cidade. Escusado será dizer que antes de poderem voltar ao dito pavilhão, recomeçou a chover e o resultado foi, no que me diz respeito, um nariz (ainda) mais entupido que à partida, e ranho, muito ranho.
O fim de semana, foi passado no sossego do lar.
Até parece uma coisa assim, pró idílico e tal. O sossego do lar foi um jantar de família, porque o marido fez anos e prontoS. Não preciso de me alongar, porque seria mais do mesmo, muita gente, uma trabalhêra, e etc, etc, etc.
Vamos fazer de conta que não aconteceu, e saltar directamente para a Terça-Feira de Carnaval, ou gorda como lhe chamavam nos antigamentes.

Outra vez a correria. Mas desta vez a três. Era o desfile Carnavalesco, e os escuteiros iriam vestidos de índios.....(no caso lá de casa, nem era preciso disfarce, mas pronto). Os mais velhos com uma disposição que nem vos conto, mesmo sem o traje, já faziam mentalmente a dança da chuva. E nem era preciso, porque o dia amanheceu molhado e adormeceu encharcado, sem descanso! Vestiram-se, pintei-os, lindos! Um machado, uma pena, dá cá os papelinhos, toma lá a cabeleira, não me pises as tranças, pareces um índio palhaço, eu pareço um pedinte! Não chores, tu não vês que é Carnaval. Escada a baixo aos encontrões, vá, agora todos a postos, sorriso! não queres! Ai queres queres! Eu quero uma fotografia dos três e mais nada! Entendido! Parece que entenderam. Aos trambolhões, e já atrasados (olha que novidade....) tudo pra dentro do carro, debaixo de mais uma bátega de água. Chegados ao local agendado, o diluvio deu-se. Os carros alegóricos desmoronavam-se ali diante dos nossos olhos, flores plissadas, abelhas e outros bichos escorriam pelo chão. Bonito! Afinal é Carnaval, há que ter espírito!
Meia volta e casa!!!! Os mais velhos aplaudiam efusivamente e a pequena atava um burro maior que ela no banco traseiro do automóvel.
Acabou tudo desfardado e despintado sentado numa mesa do café do Pingo Doce a comer pão com manteiga e a beber leite com chocolate. Há que ter espírito!
Isto tudo pra dizer que a mim, só a palavra "desfile" me dá uma coisinha na pele, e uma volta no estômago, que nem sei como explicar!
Mas quem é que se lembrou desta coisa dos desfiles! Não sei se já repararam mas estamos em Fevereiro, hemisfério norte duhhh! Mas não, é ver uma cambada de caras de monos, semi-despidas/os, sem o mínimo sentido de ritmo (não nos está no sangue) no meio das ruas, e com toda a certeza a arranjarem uma carga de trabalhos a alguém! Gripes, constipações, quiçá até pneumonias! Ahhh poizé!
Não quero dizer com isto que não gosto do Carnaval, nada disso, cá em casa sou a única amante desta festa. Mas lembram-se dos bailes? Bailes dentro de casa, nas colectividades, até altas horas da manhã? Lembram-se? Esses ao menos eram tradição nossa, não esta coisa do samba desfilado na rua!
Podem achar-me saudosista, melancólica, velha, o que seja, mas sinceramente acho esta forma de encarar o Carnaval, uma estupidificação das tradições. Aliás, cada vez mais me convenço que quanto mais sabemos mais parvos vamos ficando.
Anyways, siga o baile!


Muita atenção que este post tem já dois ou três dias de gaveta, bem sei que o carnaval já foi e isso tudo. Pronto é só!

Pics do Pai Zé Manel, retocadas pela Nônô

15 comentários:

Gingerbread Girl disse...

As fotos estão lindíssimas!
Que olhos... caramba!

Eu consigo imaginar (mais ou menos, vá) a confusão abismal em que ficou a tua casa depois de preparar isso tudo. :p Djizas Craist

Isso do samba é a pior coisinha ever. :s Olha.. vi uns miúdos a passar num daqueles desfiles temáticos. "Reciclagem". Todos de saco de plástico vestido. Isso sim... faz sentido. Agora miudas de fato de banhoe salto alto?!? Matem-se de frio prá i... what do I care?... cofi*

Mulher a 1000/h disse...

1º apontamento: Que barrigada de riso com os teus comentários às preparações festivaleiras! LOL
2º apontamento: Os teus abelhitos têem cá uns olhos... é que há um par para cada gosto! LOL :D

Beijocas e coragem... e olha, para o ano manda bugiar os desfiles e organiza mas é um baile como deve ser aí na Maison! ;)

Chica disse...

Deu pra rir bastante dessa tua linda crônica...Adorei pulares e passares pra frente na parte do niver em família e tudo aquilo que todos nós sabemos, quando as famílias se encontram,rssr... berijos, tido de bom,chica

leonor disse...

vou matar-te. nao literalmente, porque és maior que eu , mas vou fazer um birra e não te falar durante muitos dias,e tu ficas triste . xDDD

Teresa disse...

Mel
Também acho uma aberração este carnaval brasileiro que nós importámos. Lá tem lógica, estão 40º, mas aqui!... Até fiz um post sobre os caretos transmontanos, isso acho piada, é uma tradição bem portuguesa. E os bailes de máscaras acho que estão a voltar. Aqui no burgo houve dois.
Bjs e coragem, que para o ano há mais.

Ana GG disse...

Vou dizer mais do mesmo, pois então...

Os olhos dos moçoilos são um espectáculo!
Admiro a tua paciência em dose tripla.
Também não vejo graça nenhuma ao raio dos desfiles à moda do Brasil.
Dos bailaricos também me lembro, daqueles já mais modernaços, pois então...afinal não somos assim tão velhas, ora essa!

pinguim disse...

Aquelas "sambistas" de Alguidares de Baixo, despidinhas como manda a regra, e a baterem o dente, é das coisas mais ridículas e patetas que já vi...

meldevespas disse...

Ginger Margarida: Não sei se imaginas mas prontoS...:$. Aquelas meninas vão apanhar uma dose de pneumunia daquelas e depois ainda vão pra casa dar cabo da cabeça de quem??? Das mães delas pois claro!
^^Beijos

Silvia:Ri-te ri-te!!!
Obrigada, têm mesmo uns olhos bonitos os sacanas dos gaiatos!
Beijos

Chica: Ainda bem que sabes o que acontece quando a familia toda se reune à volta de uma mesa....nem é preciso mais conversa eheheh
Beijinho~~

Nônô: Não não me vais matar, não não vais fazer birra, sim eu vou ficar zangada....tu sabes eu estou semptre zangada...
Beijinhos

Teresa: Isso sim, as tradições devem ser mantidas, e nada têm a ver com as brasileiradas que por cá abundam. Cá no Alentejo tb se faziam umas festas de carnaval há muitos muitos anos atrás, as Cavalhadas, que isso sim alguém devia trazer a lume e não deixar morrer. O pior é que se alimenta esta coisa das "escolas de samba" em despeito do verdadeiro real.

AnaGG: Ohh Aninhas, tu não sei, mas eu estou a ficar assim pró entradota eheheh, mas gosto de dançar, de preferência debaixo de telha e vestida. Obrigada, beijinho

Pimguim: MESMO! Atenção que isto não é um manifesto anti-samba, tudo no sitio certo, e neste caso Samba + Portugal + Carnaval não rima senão na pior dos versos, e o resultado é um Carnaval constrangedor, e tal como dizes, ridiculo e pateta.
Beijinhos

Brown Eyes disse...

Mel em primeiro lugar quero dizer-te que tens lá, pelo Just a Woman, uma lembrançazita. Pois lá te calhou outra vez ahahahah. Quanto aos teus preparativos de carnaval foram animadissimos, ri-me e até fiquei com vontade de, para o ano, me vestir de princesa, vampira ou india. Os olhos, os olhos dos teus garotos são líndissimos. Saem à Mãe? Conta só isso. Mais um post super animado que nos faz rir à gargalhada.

meldevespas disse...

Mary B: Obrigada, e sim já vi os as lembranças e já estou a trabalhar nisso ;D
Só a mais velha tem os olhos como os da mãe (a primeira fotografia), os outros dois, por obra e graça da Santa Hereditariedade, foram buscar uns olhos azuis lindíssimos, ao meu avô paterno, que já nem sequer os conheceu.
Beijinhos Grandes

weee disse...

Olha, antes de mais, estou já farta de te fazer babar por causa das crias por isso hoje só vou mesmo dizer que desde os 15 ou 16 que não me mascarava mas desta vez estava com lá em baixo (geograficamente falando <_<) com o gajo e pimbas... "vestes-te e vens a mais nós que te lixas" :X

meldevespas disse...

Weee: Ohhhhh e não mostras à gente essa maravilha!!!??? E mascaraste-te de quê? Esse Urso é um gaijo fixe! Fico à espera das imagens pra provar a existência desse momento -_-.
Beijocas

Brown Eyes disse...

Tens, então, uns lindos olhos. Vocês têm todos uns olhos linnnnndos. Parabéns

Lala disse...

Xiiiiii! uma bocadinho fora de época, mas cá apareci!! Que fartote de rir com as tuas aventuras carnavalescas!! Agora aquelas loucas desvairadas armadas em 'zucas' a fingir que sambam... irra!

Beijinho***

Nota: não querendo repetir, mas já repetindo... os olhos são lindíssimos!! prontoS tá 'notado' :D

continuando assim... disse...

convite para seguir a história de Alice , lá no --- continuando assim --- ainda vai no princípio :) espero que gostes

bj
teresa

Enviar um comentário

 

Blog Template by BloggerCandy.com