quinta-feira, 19 de novembro de 2009

A gruta dos Morcegos


Não me considero uma pessoa demasiado conservadora. Tenho dias é certo. E também dou a mão à palmatória, provavelmente, já fui um bocadinho mais open minded. Quando eu era uma miúda de 15 anos, já nessa altura, no século passado, em plenos e drásticos anos 80, o facto de usar uma camisola ou um par de calças pretas era um passo para o sucesso limpinho e sem espinhas. A malta ficava com aquela áurea de rebelde. E então se se tivesse peito para conjugar a fatiota com um penteado radical, oh pá isso era o máximo!Claro está, que jamais em tempo algum, a minha mãe, que coitada era uma santa, e confesso não me contrariava em praticamente nada, jamais dizia eu, poderia sair à rua com a receita completa, ou seja camisola+calças pretas. "Tira daí o sentido! Morreu-te alguém? Um dia que tenhas que fazer luto, se calhar não fazes!" Tinha razão. As mães têm muitas vezes razão.

Agora, dobrado que está o século, quebradas que estão todas as barreiras (ou quase), eis que tenho dentro da minha própria casa uma "corja" de morcegos! Tá certo, não posso negar, o preto tem um ar cool, um quê de arrogância, um quê de "eu sou o maior", compreendo que, especialmente os mais velhos estejam a escalar as escarpas da auto-afirmação, nos dias de hoje tão física, tão visual, tão etiquetada, mas porra, esta gente começa a parecer-se com um filme dos irmãos Lumiere!

Os adolescentes adoptam com a maior das facilidades todos os rótulos que lhes mandem pra cima, desde os mais usados e gastos, tipo gótico, metal, punk, até aos mais modernos ( que são basicamente a mesma coisa, mas com outro nome qualquer) tipo Emo, Trash Metal, Neo-Punk, Folk Metal, lolita e outros tantos que me passam a 100 à hora e saem ainda mais depressa.

Isto tudo para dizer que tenho os roupeiros atulhados de lutos vãos, casacos, meias, camisolas, calças, tud0 TUDO!

O branco também é admitido! Os padrões, muito originais, xadrez preto e branco, pintinhas pretas, bolinhas brancas, riscas, o que for, sempre nesta dualidade, que pode até ser muito in, pode até ser um manifesto de personalidade, mas é monótono...chato...aborrecido...

Ah, mas há mais. Os acessórios. Pois, os acessórios. As pulseiras de picos, as correntes, o lápis kajal....preto, o verniz de unhas....preto, os colares com caveiras, os lenços com caveiras, as malas com caveiras, muiiiiitos Jacks Skellingtons, e assim...

" Olha, L. tás a ver, este casaco é o máximo!....", ".....mãe...? (o tom é de incredulidade e desprezo a um tempo só) isso é azul!", ou então "Z., adoro este polo, vou levar pra ti. :D", "nem penses!!! Oh mãe isso é totalmente beto (coisa que eles não podem ser...acho eu...)!(outra vez o olhar.....)

"Linda, anda cá ver! olha tão giro, E. ias parecer uma princesa, vês! cor-se-rosa.."....."mãe....eu detesto cor-de-rosa....quero aquela saia preta ali!" (o dedo em riste. Sem opção de resposta, pego na saia preta e vou pagar.)

É mais ou menos assim, de cada vez que tento comprar roupa com algum dos três.

Já me esquecia. Os sapatos. Quer dizer, o calçado, que sapatos propriamente ditos, só mesmo os da farda, mas já lá chego. Botas de biqueira de aço e ténis pretos estão sempre na ordem do dia.

Claro que depois há toda uma iconografia ao redor desta escuridão, que tem que ser venerada. Músicos que já morreram estão em primeiríssimo lugar, claro está que se cometeram suicídio estão muito acima na escala. Pronto, coisas importantes.

É um espectáculo interessante de se ver, quando eles saem daqui de casa em bandos, com os amigos, uma "morcegada" completa, todos de preto, as correntes, os picos, os "gaijos" mortos nas t-shirts, uma alegria...

O mais giro de tudo isto, especialmente para quem assiste ao making of diário destas personagens de "banda desenhada", é o fim de semana. Os meninos, bem comportados, enfiam a farda dos escuteiros (ahhh poizé), calçam os mocassins, e lá vão a caminho da missa, ou das actividades escutistas habituais. Ele, o rapaz, inclusive, veste a alva para acolitar aos Domingos.

Eles próprios também se divertem com a distância de posições. Como eles costumam dizer à laia de brincadeira: " Iá, bora lá partir a igreja, e os crucifixos e tudo .... mas espera lá, primeiro temos que ir à missa."

Nada a dizer, são felizes, entre o branco e o preto, entre o ser e o querer ser.


Pic by Meldevespas

20 comentários:

weee disse...

E aquelas botas que a L. adora? *weee esconde-se de medo*

Brown Eyes disse...

Mel sabes que eu pensava que eras uma garota? Sabes porquê? Pela maneira com que escreves estes posts tão cómicos e tão actuais. Depois percebi porquê? Mãe de adolescentes tem que se estar actualizada. Para os entender. Eu neste aspecto, linguagem, estou desactualizada. Um dia, por engano, recebi uma mensagem de um puto. sabes que não percebi nada? ahahah Pois, estou velha. Estou velha mas a roupa preta sempre foi a minha preferida. Não consigo gostar de outras cores, muito menos rosas e companhias.Pintar as unhas de preto também. Depois tenho um piercing no nariz, pequenito mas que adoro. Mel adorei, adorei. Ri-me à fartazana.
Um beijinho grande

Mulher a 1000/h disse...

Ai a minha Vida... o que me espera! LOL - Adorei o Post! :)

Ana GG disse...

Gostei muito da tua descrição!

Também tenho um adolescente em casa. Mais dado a coloridos e misturas estranhas. O estilo tem nome,mas não me ocorre...o aspecto? É algo assim p'ró apalhaçado, adornado com túneis nas orelhas e algumas tatuagens.
Tal como tu, não me incomodo. Também fui um "ser estranho" e original, na minha adolescência.

Isto vai passar. Tenho a certeza!

Teresa disse...

Olá Mel
Isto parece um clube de mães de adolescentes. E agora que falo nisso, talvez fosse boa ideia criar um grupo de ajuda, tipo alcoólicos anónimos, de mães de adolescentes desesperadas. Cá em casa impera o estilo indie, com conjugações de cores estranhas e NUNCA calças ao fundo do rabo. Já os ténis, têm de ser allstar e de preferência rotos. Vá-se lá entender?
Bjs

lunatiK disse...

Viva
são fases que a malta toda passa, ao ler o teu texto sorri porque transpira boa disposição, e ao mesmo tempo senti saudades dos tempos em que gostava do mesmo que estes jovens, e o engraçado é que há coisas que não passam de moda.
Cumps,

AnaMar (pseudónimo) disse...

Adorei o texto.
E fizeste-me lembrar a minha filha :-)

Obrigada pela tua visita.
Bj

meldevespas disse...

Weee:Já te disse e tu bem sabes.....todos temos medo daquelas botas.... Bêjo
Mary B.: Pois sou uma garota....devo ser garota pra ter mais uns anitos que tu, digo eu ;)) e não, não estou assim tão actualizada, de facto aquela coisa da "generation gap" está-me a bater com uma força dos diabos! É dificil tentar controlar, entender, e apaziguar a enxurrada de hormonas destiladas pelos dois mais velhos, e a pequena, já se sabe....os manos são autenticos modelos de conduta pra ela ;))) Beijo Grande
Mulher a 100o/h: Ahhhh poizé! Prepara-te! Não dá é pra ficar a assistir de bancada, isto é um "jogo" interactivo, e acredita, cansa!!! Mas é do melhor que há, não te assustes. Beijinho
Ana GG: Pelo menos as nossas crianças divertem-nos!!! Confesso que às vezes me incomoda um bocadinho, e tal, mas passa depressa se me lembrar que provavelmente, e tendo em conta as respectivas distâncias, a minha figura não era muito diferente naquela idade. Volta sempre
Teresa: Isso havia de ser engraçado, uma tertulia das "desgraças" eheheh, sim porque isto pode ser muito animado!Os all-star são universais, cá em casa tb são os predilectos, inclusive da mais pequena.
lunatiK: Isso é o mais interessante, é que isto basicamente é uma especie de "vira o disco e toca o mesmo" (esta é de qd ainda se viravam os discos :S). A propensão da adolescencia para a rebeldia nunca passa de moda, e ainda bem! Beijo
AnaMar: Todos difetrentes, todos iguais. Todos na senda de alguma coisa rssss
Obrigada, volta sempre

Paulo disse...

Está perfeito este teu texto.
Muito visual, muito sentido. Ao ler pensei: este filme está prestes a passar na "tv" lá de casa... sim pq o gaiato só tem 7 anos, mas já escolhe a roupa e tá aqui tá feito nisto... roupa preta!
Deve ser cansativo, mas ao mesmo tempo divertido lidar com 3 filhos, não é?
Parabéns. Gostei muito da escrita. Uma vez mais ;)

maria teresa disse...

Safa! Livra! Já não sou mãe de adolescentes, aliás o que quero dizer é que sou mãe de adultos. Valha-me a Santa dos Aflitos (que não sei se existe) o que me espera dos pirralhos que me chamam avó, daqui a muito poucochinhos anos...
Socorro! Gosto de ser avó mas de criaturas pequenas, será que posso ir trocando?
Agora a sério, gostei imenso do seu texto, fez um "retrato" gémeo da realidade, eu sei! Lidei com eles aos "magotes" até há bem pouco tempo.
Beijinhos

Yirien disse...

Como adolescente que sou, também encarno de vez em quando essas personagens vestidas de negro. E, concordando com tudo aquilo que dizes, até tem a sua piada!

Não é que a malta se identifique muito, mas toda a gente gosta de vestir personagens de vez em quando... até conseguir encontrar a sua. A real. O "eu".


Diverti-me com o teu texto :)

Luiz Carlos disse...

bem legal...
muito divertido, continuarei por aqui!
abs

meldevespas disse...

Paulo: É mesmo isso, os actores são diferentes, mas o argumento vai ser muito parecido, prepara-te meu amigo! *beijinho
Maria Teresa: Um sufoco mesmo! Mas como me disse ainfa há bocadinho uma amiga "fizeste-os, agora atura-os!" mai nada! eheh Beijos
Yirien:Obrigada! Gostei de ter aqui tb o feed-back de um adolescente. Concordo plenamente contigo, é a busca do "eu" que impera nestas idades, e não deve ser castrada mas sim até fomentada, claro que isto sempre dentro dos limites da democracia musculada q impera cá em casa ehehe. Beijinho
Luis Carlos: Uma ez mais obrigada pela visita, ainda bem que se diverte com estes desabafos. Beijinho

Luis Bento disse...

É pá! Fiquei fascinado com estes textos. Ou escreves bem (inventas histórias) ou isto é tudo real...he he he. Escreves muito bem, numa escrita contemporânea e com ritmo. Adorei estes texto e o outro sobre as facadas no sr.incrível..oops, não devia falar nisso. O ritmo, o bom humor e a sensibilidde dão-nos um retrato fiel destes nossos novos tempos...

meldevespas disse...

Luis B. - Ai de mim, Luis, às vezes gostava que fossem só inventadas estas historietas ehehe, mas não, é tudo veridico. É o que dá ter 3 filhos, dois adolescentes e uma pequenina que não lhes fica atrás. Claro que se a malta não olhar pra isto com um certo humor, tá lixada!
Beijo e volta sempre

Gingerbread Girl disse...

Olha, sabes o que é que tu és?!? Uma mal agradecida!! É isso que tu és!
Se as cores base são o preto e branco, vê só o fácil que é combinar roupa! Não há cá "Ah... não tenho nada que combine com a minha saia verde seco... talvez um casaco castanho, ou mostarda... mas assim não muito claro, nem muito escuro... aquele tom assim coisE tájaver? Há dias vi um numa loja não sei onde...".
Isso é um paraíso a preto e branco.
Eu que me visto quase sempre de preto integral, sei avaliar o bom gosto dos teus catraios. :p
Botas de biqueira de aço, deixei de usar há dois anos... já não me aguentava com o peso. =|

E tu tens os teus putos no escutismo, missa quê?... mas que raio de mãe desnaturada és tu?!? -.-

Opá... a saia de tule preto está uma MOCA! Confessa lá que não achas o máximo! =p


***

meldevespas disse...

Ginger Maria: Ainda estive aqui a deliberar comigo própria se deveria ou não apagar este comentário, não vá algum dos três vir até aqui..mas vá....
A saia de tule é realmente uma moca, ao ponto de já ter outra, desta vez cinza chumbo
E sim tenho os putos no escutismo (que btw, eles AMAM!, e claro q vão à missa, e esqueci-me, à catequese, ao grupo de jovens, e atodas as actividades comunitárias, humpf!), atão tu achas que eu sou que espécie de católica^^?
Beijos

Gingerbread Girl disse...

Pffft... seitas.

muaaa

MZ disse...

Olha Mel... ainda aqui ando!
O preto... ai o preto e os jovens e eu também...
O preto nEles porque é cool e em mim porque também gosto de me vestir de preto deve ser para me sentir assim mais... mais .. MAGRA!!!

Com os teus filhos a vestirem-se a preto e branco a tua casa não deixa de ser um arco-íris a julgar pela descrição de todas as actividades das quais eles fazem parte.

adoro o ritmo da tua escrita...

meldevespas disse...

MZ:Ainda por aqui! E ainda bem! Obrigada por gostares e pela paciência de leres as minhas "angustias"eheheh, eu tam´bém abuso do preto, sempre tem essa coisa da ilusão de óptica...a malta parece mais magra...enfim...
Beijinho

Enviar um comentário

 

Blog Template by BloggerCandy.com