segunda-feira, 18 de outubro de 2010

A Sopa

Hoje não se trata de culinária.

Só venho apresentar-vos a nova inquilina cá de casa.

É a Sopa. A mini-gata.

Desde já passo a explicar, que o nome nasceu da necessidade de o gato Rex molhar o pão....na sopa. Coitado do gato que andava tão a perigo que um dia, há já longos 15 dias, não sei como, porque as medidas de segurança eram tão apertadas (pelo menos tendemos sempre a pensar que sim, pobres de nós), desapareceu para não mais voltar. Ora o gato, que era um siamês armado aos cucos cheio de mimos e escasso em recursos para encarar o mundo la fora, tenho a certeza, a esta hora estará a atapetar uma qualquer estrada das redondezas (e um rico tapete que ele dava com aquela pelagem tão lavadinha e suave e macia e chuif chuif tenho tantas saudades do órdinário do gato que preferiu a "liberdade/morte certa" ao regaço da família, estupido idealista).

Pronto, agora deixámo-nos de falsas burguesias e fomos buscar a Sopa. A Sopa não tem pedigree de espécie alguma, é uma cat-street à séria. A Sopa é um animal convenientemente preparado para a crise em curso. A Sopa não consome comida de gato, porque não gosta, e come tudo o resto como se não houvesse amanhã. A Sopa tem garra e luta por uma batata frita. A Sopa não está pra brincadeiras no que respeita à barriguinha, aliás, até nós, já estamos no papo.


12 comentários:

Poetic GIRL disse...

Ohhh que linda, mas quem lhe consegue resistir? beijoca

pinguim disse...

A Sopa não tem pedigree, mas é linda!

caminhante disse...

a sopa parece ser uma doçura, sim. só espero que o o rex apareça...

[se a luna me fizesse o mesmo, eu própria a transformaria num tapete]

Brown Eyes disse...

Mel não haja dúvida que a sopa cativa, é linda, uma gata como precisamos hoje em dia: sem peneiras, nem manias. Coitado do Rex. Na quinta, de vez em quando, apanho os malandros dos cães na rua e pergunto-me: Estes animais não estarão satisfeitos com o que têm? Paisagem maravilhosa, comida à farta, bebida sempre à disposição, miminhos até mais não, que mais querem? Serem passados a ferro ou roubados, como já aconteceu? Enfim...Até eles gostam de pisar o risco. Beijinhos

meldevespas disse...

Bela, é mesmo uma coisinha muito linda e irrestivel

João, obrigada ;DD

Caminhante, já perdi a esperança no sacana do gato pá1 que estupido fugir assim! grrrr

Mary, verdade, que parvo o raio do gato! Mas pronto, passo em frente, agora é a vez da Sopa, a gata feita à medida para os tempos de crise, e ainda por cima perfeitamente adoravel eheheh

Ana GG disse...

A sopa é de facto irresistível!

meldevespas disse...

Ana, e o mais interessante é que a criatura não é maior que um pacotinho de lenços de papel, e já açambarcou o espaço todo pra ela ;D

Otário disse...

ah c'a fofa!
sopa? de onde vem o nome, posso saber?

Lala disse...

ai que rica Sopa!!! Tão, mas tão lindaaaaaaaaaaa!!
Pois olha eu também tive um Simão que se achava idealista como o Rex... mas não arranjei uma Sopa, porque já tinha uma Sofia (mãe do Simão)! Essa Sopa é parecidíssima com a Pitéu que as priminhas da Carolina encontraram à beira do caixote do lixo... assim pequenininha, fofinha, sem peneirinha e tudo mais!

meldevespas disse...

Otário, claro q podes saber, é assim um bocado pró ordinário eheh, mas pronto. O gato que fugiu, andava sempre a "fazer o amor", com peluches e mantinhas e coise, vai daí que nós diziamos que ele precisava de molhar o pão. Vai daí que veio a Sopa, molhar o pão na sopa.
Beijinho

anouc disse...

A sopa é uma fofa... Mas com a crise que está, se fosse cá em casa, essa sopa virava um guisado enquanto o diabo esfrega um olho.

Muhahahaha

weee disse...

Eu bem que achava o Rex meio parvalhão... Agora lá teremos de ir aí conhecer a sopa onde o Rex não molhou o pão!

PS - Dá-lhe de comer antes de a gente chegar, não vá o diabo tecê-las e ela gostar de gajas magras!

Enviar um comentário

 

Blog Template by BloggerCandy.com